sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

OBRlGADA DEUS POR MAlS UM ANO DE BENÇÃOS.

FELIZ NATAL AMIGOS!

Formam-se nuvens de esperança num céu de bondade,
Em cada coração há uma enorme desejo de felicidade e alegria!
Lares se iluminam numa magia sem qualquer maldade,
Iniludível, apenas o amor engrandece este lindo e peculiar dia...
Zelando totalmente pela nossa total paz e harmonia!
No íntimo de cada um de nós está o sentimento mais puro,
Aquele que norteia o significado verdadeiro da comemoração,
Todos sabem que Jesus é o nosso salvador e o porto seguro,
Aquarela de todas as emoções num só bondoso coração,
Libertando em todos nós os termos da sublime doação!
Alegria em cada rosto sem mascarar a tristeza,
Mudanças de atitudes e gestos de solidariedade,
Inquietação vestida da mais simples e calorosa nobreza,
Guardando em cada Ser o sentido da sua própria verdade,
Originando a fagulha da mais verdadeira e sincera felicidade,
Somamos nossas expectativas numa única vontade: PAZ
UM PRÓSPERO ANO NOVO!

Memória viva. Publicado em 23.12.2009.


Igor de Almeida Silva resgata em boa hora a memória, a obra, a vivacidade, o erotismo e o humor fino e matreiro de Luiz Marinho (1926-2002), o dramaturgo que saiu de Timbaúba para ser universal através, principalmente, de dois grandes sucessos: Um sábado em 30 (1960), ainda hoje o melhor símbolo do TAP de Valdemar Oliveira, e Viva o cordão encarnado (1965). A partir de uma dissertação de mestrado na UFPE, Igor transforma, agora, em livro, o seu Réquiem à infância (Teses), estudo detalhado sobre as duas peças. Leitor voraz, pesquisador atento e analista minucioso, Igor confere a Marinho toda a sua grandeza como pensador (que ele não chegou a ver reconhecido), humanidade e universalidade, quando ele molda com maestria a sua melhor matéria, o ser humano, que conhecia muito bem. O pernambucano foi muito além das amarras do regionalismo.



Disponível em: http://jc3.uol.com.br/jornal/2009/12/23/col_37.php Acesso em: 23 dez. 2009.


segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

O fantasma da opera...All I Ask of You


Olha nos meus olhos
Esquece o que passou
Aqui neste momento
Silêncio e sentimento
Sou o teu poeta
Eu sou o teu cantor
Teu rei e teu escravo
Teu rio e tua estrada

Verônica:
Vem comigo meu amado amigo
Nessa noite clara de verão
Seja sempre o meu melhor presente
Seja tudo sempre como é
É tudo que se quer

Emilio:
Leve como o vento
Quente como o sol
Em paz na claridade
Sem medo e sem saudade

Verônica:
Livre como o sonho
Alegre como a luz
Desejo e fantasia
Em plena harmônia

Emilio:
Eu sou teu homem, sou teu pai, teu filho
Sou aquele que te tem amor
Sou teu par, o teu melhor amigo
Vou contigo seja aonde for
E onde estiver estou

(Ambos):
Vem comigo meu amado amigo
Sou teu barco neste mar de amor
Sou a vela que te leva longe
Da tristeza, eu sei, eu vou
Onde estiver estou
E onde estiver estou

Lovin' you is easy cause you're beautiful ...


Amar você

Te amar é fácil
Pois você é lindo
Fazer amor com você
É tudo o que eu quero fazer
Te amar é mais que
Um sonho que se realiza
POis tudo o que faço
É amar você

La la la .....
Doo doo doo ......

Ninguém consegue me fazer sentir
As cores que você faz
Esteja comigo enquanto envelheço
E viveremos cada dia como se fosse primavera
Pois amar você
Torna a minha vida tão linda
(É fácil pois você é lindo!)
Cada dia da minha vida
É preenchido por esse amor
Te amar torna essa canção
Uma verdade brilhante
Todas as vezes em que nós, oh...
Estou cada vez mais apaixonada por você

La la la .....
Doo doo doo ......


Ninguém consegue me fazer sentir
As cores que você faz
Esteja comigo enquanto envelheço
E viveremos cada dia como se fosse primavera
Pois amar você
Torna a minha vida tão linda
(É fácil pois você é lindo!)
Cada dia da minha vida
É preenchido por esse amor
Te amar torna essa canção
Uma verdade brilhante
Todas as vezes em que nós, oh...
Estou cada vez mais apaixonada por você

La la la .....
Doo doo doo ......

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Uma flor chamada mamãe...

ARLlNE.



Uma flor chamada mamãe

© Letícia Thompson

Quando descobrimos que vamos ser mamãe pela primeira vez, uma aura de encantamento toma conta da gente. E nós dificilmente pensamos em outra coisa. À nossa criança é dirigido nosso último pensamento antes de dormir e o primeiro quando acordamos.

E chega o dia em que temos essa criaturinha nos nossos braços e temos dificuldade em acreditar. Tantas vezes sonhamos com esse rostinho e agora que o vemos é como se tudo fosse irreal. Amamos então no mais profundo de nós mesmas; amamos com toda nossa alma e nosso ser. E nos convencemos que nunca mais conseguiremos sentir um amor igual, ou pelo menos que se compare.

E, a criança crescendo, vamos desenvolvendo com ela esse amor. E muitas vezes quando já não temos mais nosso "bebê" e percebemos que já existe uma pessoinha cheia de vontade própria querendo enfrentar o mundo, nasce em nós novamente o desejo de maternidade. Então acontece: a segunda criança se encaminha!

Depois das primeiras alegrias da descoberta, algo estranho e assustador se instala: uma certa inquietação. Nós, que julgamos nunca mais poder amar da forma como amamos o primeiro, como amaremos aquela criança? A amaremos com a mesma intensidade? E se o ciúme do irmãozinho ou irmãzinha se manifestar, como vamos lidar com isso? Será que saberemos nos dividir para dar na medida exata a cada um?

São estas entre outras questões... e pode acontecer que nos sintamos culpadas em relação à primeira criança. Saberemos que daqui a pouco outra vai chegar que vai "tomar o lugar dela." Não seremos mais tão disponíveis.

Mas para todas essas perguntas existe uma só resposta, que é básica para todas as outras também: coração de mãe é elástico. Penso que da mesma maneira como Jesus efetuou a multiplicação dos pães, o amor é multiplicado no coração de uma mãe e amor vai ter e vai até sobrar, para mais um, mais dois ou até quem sabe, para mais... e quanto mais amor, mais sabedoria, mais instinto de como lidar com todas as outras coisas.

Cada filho é único e deve ser tratado como único. Digamos que a mãe é uma mão e que os cinco dedos sejam seus filhos. Todos iguais, todos diferentes, todos ligados da mesma forma, embora cada qual aponte para um lado diferente.

Assim, nosso coração nos dita o que fazer, no momento certo. Há mães que parecem mais apegadas a um filho que outro e isso pode ser devido aquele filho corresponder melhor ao seu caráter, à sua personalidade. Mas não significa um amor menor. É freqüente que uma mãe demonstre mais amor pelo filho que dá mais trabalho. Isso se explica pelo fato dela sentir no seu coração, inconscientemente até, que aquele filho necessita de um cuidado especial.

Difícil é que os irmãos entendam isso, eles se sentem injustiçados. Portanto, o que é a justiça? É dar a cada um a medida exata do que ele precisa para ser feliz. Sendo diferentes, nossa medida de necessidade também é diferente.

Amor de mãe é amor de mãe. Não muda, não se desgasta. Uma mãe que perde um filho pode ter dez outros, ela será para sempre uma mãe podada de um filho e ela carregará isso para o resto da sua existência.

Uma mãe é uma rosa que se desdobra em diferentes pétalas, sem portanto perder da sua graça, beleza e poder de perfumar e encantar todos à sua volta.
Letícia Thompson

contact@leticiathompson.net

07.05.2003

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

FELIZ NATAL PRA TODOS!!!FELIZ NATAL PRA TODOS!!!!







ASPOART

CONVIDA PARA CONFRATERNIZAÇÃO DE

FINAL DE ANO 2009.


Dia 09/12 (quarta - feira)
No Yate club
Ás 16:30h Pontualmente.
Show do pôr do sol, (Um belo espetáculo com artistas Potiguar)

Entrada do local R$ 10,00 dez reais e cada um assume suas despesas.
Será um momento de descontração, reencontro, fazer novos amigos, fotos e troca de presente do amigo secreto (cada um deverá levar uma lembrança). Esse convte se estende aos arterapêutas de todas as turmas assossadas ou não. Aproveitamos o momento para falar da importância e necessidade de que estejamos com nossa anuidade em dia, e que quem ainda não se associou a ASPOART procure e deseje procure nossa secretára Luciana Pellegrini e tesourera Cristna Oselia para se informarem da documentação necessaria. Precisamos nos fortalecer como profissionais.

PS.
CONFlRMEM RECEBlMENTO E PRESENÇA E SE POSSLVEL REENVlEM ESSE EMAlL AOS COLEGAS PARA QUE TODOS POSSAM RECEBER E PARTlClPAR.

Lídya A. Heitor

Os Derrames Cerebrais -




Agora existe um 4º indicador : A língua


Derrame: memorize as três primeiras letras...S.T.R.
Só leva um instante ler isto...

Disse um neurologista que se levarem uma vítima de derrame dentro das primeiras três horas, ele pode reverter os efeitos do derrame -totalmente. Ele disse que o segredo é reconhecer o derrame, diagnosticá-lo e receber o tratamento médico correspondente, dentro das três horas seguintes, o que é difícil.

RECONHECENDO UM DERRAME

Muitas vezes, os sintomas de um derrame são difíceis de identificar. Infelizmente, nossa falta de atenção, torna-se desastrosa. A vítima do derrame pode sofrer severa consequência cerebral quando as pessoas que o presenciaram falham em reconocer os sintomas de um derrame.

Agora, os médicos dizem que uma testemunha qualquer pode reconhecer um derrame fazendo à vítima estas três simples preguntas:

S* (Smile) Peça-lhe que SORRIA.
T* (Talk) Peça-lhe que FALE ou APENAS DIGA UMA FRASE SIMPLES. (com coerência)
(ex : Hoje o dia está ensolarado)
R* (Rise your arms) Peça-lhe que levante AMBOS OS BRAÇOS.

Se ele ou ela têm algum problema em realizar QUALQUER destas tarefas, chame a emergência imediatamente e descreva-lhe os sintomas, ou vão rápido à clínica ou hospital.

Novo Sinal de derrame - Ponha a língua fora.

NOTA: Outro sinal de derrame é este:
Peça à pessoa que ponha a língua para fora.. Se a língua estiver torcida e sair por um lado ou por outro, é também sinal de derrame.

Um cardiologista disse que qualquer pessoa que re-envie este e-mail a pelo menos 10 pessoas; pode apostar que salvará pelo menos uma vida ... Não o considere uma corrente, mas sim, algo que todos devemos saber.



Os Derrames Cerebrais -

COMO AGIR NO ELEVADOR EM PANE


UTILIDADE PÚBLICA

No programa da Ana Maria Braga, os bombeiros ensinaram como agir em caso de elevador que trava, pára e dá pane.

Pelo menos, 76 pessoas morreram no ano passado, porque confiaram no zelador no qual ele usou uma chave de fenda,

abriu um certo pino e a pessoa que estava dentro tentou sair pela metade aberta da porta do elevador.

O elevador movimentou-se e a pessoa foi cortada ao meio.

Outras tiveram mãos, braços ou cabeças cortadas.

NUNCA tentar sair pelo buraco ou parte aberta!

O procedimento correto é o seguinte:

1. Aperte o botão do alarme ou o que indica que está avisando alguém.

2. Sente-se num canto. Em caso de descontrole emocional, abaixe a cabeça e feche os olhos, aguarde, calmamente, que venha o socorro. É uma questão de tempo. Procure lembrar-se que você está

trocando tempo por segurança.

3. Não aceite ajuda de estranhos e nem saia com o elevador aberto pela metade! Ele poderá subir ou descer repentinamente.

4. O BOMBEIRO, ASSIM QUE CHEGAR, VAI DESLIGAR A CHAVE GERAL DA CASA DE MÁQUINAS E TESTAR COM UM APARELHO, SE O ELEVADOR ESTÁ PARADO MESMO E TOTALMENTE INOPERANTE.

Então, ele avisará a outro bombeiro, via rádio, para que faça o procedimento junto à porta do elevador. E o elevador irá subir ou descer, completando o ciclo dele e parando no ponto seguro.

5. ANTES de entrar no elevador, sempre, verificar se ele está parado. ESPERAR que as pessoas saiam ANTES de você entrar é ficar atento no número de ocupantes, se está compatível com o peso que diz na placa! Quando muito cheio, evite entrar, pois poderá haver problema!

Os bombeiros explicaram também que o elevador tem freios, suportes, ganchos, tudo que oferece proteção total e que jamais um elevador cai, sem mais nem menos.

Portanto, a pessoa terá que se manter calma e sem pressa. Mesmo porque tem ar suficiente dentro dele (circulação de ar) e um grupo de pessoas pode ficar ali por várias horas sem problemas!

Resumindo, se ficar preso só saia com ajuda dos bombeiros e não com a do zelador do prédio, ou de um abelhudo que diz que tudo já está sob controle.

E, em caso de Incêndio, JAMAIS use o elevador.

Faça uso da escada.

Você pode salvar uma vida!
TELEFONE DOS BOMBEIROS: 193

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

CHICO XAVIER




"O que a gente não pode,
mesmo, nunca, de jeito nenhum,
é amar mais ou menos,
é sonhar mais ou menos,
é ser amigo mais ou menos,
é namorar mais ou menos,
é ter fé mais ou menos,
é acreditar mais ou menos...
Senão a gente corre o risco de se tornar
uma pessoa MAIS OU MENOS..."

CHICO XAVIER

Uma tarde de outubro ...

videoObstáculos são aquelas coisas assustadoras que vemos quando afastamos os olhos do alvo. (Hanah More)

Lançamento de livros da UFPE - LIVRO DE IGOR DE ALMEIDA

REQUIÉM À INFÂNCIA: UM ESTUDO SOBRE UM SÁBADO EM 30 E VIVA O CORDÃO ENCARNADO, DE LUIZ MARINHO, que acontecerá no dia 10/12/2009, quinta-feira, às 19h, no Instituto Cultural Banco Real - Galeria Marcantonio Villaça (2º andar), Av. Rio Branco, 23 - Bairro do Recife, dentre outros lançamentos do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFPE.





PARABÉNS IGOR DE ALMEIDA.
TE DESEJAMOS SUCESSO.

Sociedade Riograndense do Norte de Infectologia

Federada da Sociedade Brasileira de Infectologia


Natal, 30 de novembro de 2009.
Em resposta à solicitação da Promotoria de Justiça e Defesa da Saúde Pública e
da Secretaria Estadual de Saúde Pública do Rio Grande do Norte, para um parecer
técnico sobre os riscos da realização do Carnatal em relação à pandemia de Influenza A
H1N1, a Sociedade Riograndense do Norte de Infectologia (SRNI) reuniu-se às 17 horas
do dia 29 de novembro de 2009 e deliberou o seguinte documento:
Considerando o crescente número de casos graves e óbitos em âmbito regional a
partir da semana epidemiológica 41 de 2009;
Considerando que muitos dos casos graves necessitam de assistência ventilatória
e, consequentemente, internação em leitos de Unidades de Terapia Intensiva;
Considerando que todos os casos internados devem ter isolamento respiratório,
em quartos privativos, com vedação de portas, boa ventilação e, preferencialmente, com
pressão negativa;
Considerando que a disponibilidade dos leitos supracitados é insuficiente para
atender a demanda atual e, portanto, não daria suporte a um aumento do número de
casos;
Considerando que toda aglomeração humana é propícia para disseminação das
doenças de transmissão aérea;
Considerando que não há recomendação para o uso de máscaras em ambientes
abertos;
Considerando que o número de casos confirmados são referentes aos de maior
gravidade, já que não são realizados exames confirmatórios dos indivíduos sem critérios
de gravidade e que, sendo assim, não sabemos a real taxa de ataque do vírus;
Considerando que o período de transmissibilidade da doença se inicia um dia
antes dos primeiros sintomas e persiste até o sétimo dia;
Considerando que a aplicação da vacina em massa é a mais eficaz forma de
prevenir o avanço da pandemia;

--------------------------------------------------------------------------------
Page 2

Considerando que todos os pontos levantados neste documento são condizentes
com as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde,
emitimos o seguinte parecer:
A realização do evento denominado Carnatal pode aumentar consideravelmente
o número de casos, assim como qualquer outra forma de aglomeração humana. Pelo
mecanismo de transmissão da doença, espera-se que o risco seja diretamente
proporcional à intensidade da aglomeração.
A rede assistencial do Rio Grande Norte é deficiente e necessita de melhorias
para atender a demanda atual, podendo a situação se agravar substancialmente com uma
possível elevação da incidência de doentes graves.
É essencial que os gestores locais adquiram vacina para proteger a população do
RN imediatamente, pois o período anual de incidência da influenza sazonal local, difere
das regiões Sul e Sudeste do país. Enquanto nessas regiões as vacinas poderão ser
aplicadas em março ou abril de 2010, no nordeste brasileiro deveríamos ter iniciado a
campanha vacinal em outubro.
Recomendamos ainda, que haja veiculação em massa nos meios de comunicação
(tv, rádio, jornal, outdoor, etc), sobre as medidas de prevenção da Gripe.
Certos de estarmos cumprindo com nosso dever social, reiteramos a disposição
da Sociedade Riograndense do Norte de Infectologia em contribuir para os
esclarecimentos julgados necessários.
Atenciosamente,
Hênio Godeiro Lacerda
Presidente da SRNI